A importância de manter viva as celebrações cristãs 

por novembro 9, 2018Educação

Muitas escolas atualmente devido a questões de inclusão de minorias têm deixado de comemorar algumas datas importantes para as famílias brasileiras. Mesmo que algumas dessas datas tenham uma origem ou apelo mais comercial, como dia das mães ou dia dos pais, elas sempre foram consideradas para destacar e relembrar a importância da figura desses personagens na vida de uma família.

Portanto, não somente a Páscoa, Natal, Dia de Ação de Graça ou Dia da Bíblia são datas que devemos celebrar, mas outras que nos levam a destacar os fundamentos da composição familiar segundo os preceitos determinados pelo Criador.

Pelo que estamos vivendo hoje em ações de movimentos com bandeiras e ideias contrárias aos preceitos bíblicos, que são difundidos por vários canais de mídia e aceitos com certa facilidade por boa parte da sociedade, as escolas cristãs com seus ensinamentos baseados na Palavra de Deus têm papel fundamental para fazer um contraponto a esses tipos de ideias.

A preservação de comemoração de algumas datas é uma forma de mostrar para a sociedade em geral que não concordamos com essas ideias e que defendemos os valores bíblicos e familiares de acordo com o que o Senhor nos ordenou.

É importante que as datas do calendário cristão e as outras relacionadas a valores familiares sejam celebradas de acordo com o que cremos e como têm sido ao longo dos tempos pelos servos de Deus. Nesse sentido, devemos orientar aos pais dos alunos desde o processo de matrícula no que acreditamos e ensinamos.

Por outro lado, podemos sofrer críticas por parte de pessoas que não creem da mesma que forma que nós cremos. Assim como foi o exemplo de Cristo, devemos sempre defender as nossas convicções em amor, lembrando que essas pessoas não têm o amor de Deus em seus corações, mas que Ele as ama e quer salva-las.