7 estratégias importantes para melhorar o desempenho dos alunos

por fevereiro 14, 2019Educação

Neste artigo, você encontrará dicas valiosas para melhorar o desempenho dos alunos. Afinal, na maioria das vezes, solicitar mais cobranças por parte do professor, elevar o nível das provas e da quantidade de atividades para casa não produz o efeito desejado. É preciso pensar em estratégias que envolvam toda a equipe pedagógica, alunos e pais.

Não se pode esperar resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa, certo? Há um tempo, acreditava-se que aumentar o nível de dificuldade das provas, quantidade de tarefas para casa e avaliar os alunos por meio de números era eficiente para garantir a melhora na performance destes.

Na verdade, essas ações de um contexto tradicional de ensino não trarão resultados para uma parcela dos alunos. Os alunos mais cobrados, com provas mais difíceis e com mais atividades para casa terão que estudar mais. Entretanto, isso aumentará a diferença entre o aluno que estuda e o que não estuda. Além disso, o resultado de alguns alunos pode aumentar, mas quem garante que eles irão realmente aprender?

Contudo, hoje em dia, é sabido que outras estratégias podem ser mais profícuas para alcançar tal objetivo.

Mas quais seriam essas estratégias?

Trabalhe com inovação

Essa não é apenas uma palavra da moda: é uma necessidade do atual mundo tecnológico, muito embora inovação não seja apenas sobre tecnologia.

O ensino de sua instituição precisa ser inovado, o conteúdo do seu ensino precisa ser atualizado, a sua escola precisa de projetos inovadores e os seus processos precisam ser melhorados. Você não vai conseguir aumentar o desempenho dos seus alunos sem utilizar de inovação.

Avalie o desempenho dos alunos

Mas atenção! Avaliar desempenho não é sinônimo de provas, notas e conceitos. Isso qualquer instituição faz. Inclusive, tive uma aluna, há muitos anos, que era excelente e tirava sempre as melhores notas – contudo, esses resultados vinham do fato de ela sempre ter tido uma memória excelente, e não diziam muito sobre o desenvolvimento de competências dela.

Por isso, é importante ter a preocupação de aplicar provas formativas e ter os professores como aliados nessa missão, pedindo a eles relatórios sobre o desempenho dos alunos. Esses relatórios devem verificar habilidades e competências e se os objetivos educacionais foram atingidos.

É claro que a avaliação de desempenho irá variar de acordo com a abordagem pedagógica utilizada pela escola, mas é importante não medir o aluno apenas por números.

Muitas vezes, a conduta do aluno pode fazer com que ele tenha um desempenho inferior. Esse é o caso de alunos que apresentam indisciplina, por exemplo. Confira aqui como resolver esse problema e garantir melhores resultados.

Defina metas

Para quem não caminha em direção a algum lugar específico, qualquer destino serve, certo? E chegar a qualquer destino não garantirá que você alcance seus objetivos.

Nesse sentido, é de extrema importância que você trabalhe com metas em todas as frentes: para a escola, para os seus professores e para os seus alunos.

Conheça a cobre a aplicação de técnicas de estudo

A maioria dos alunos não sabe estudar e alguns professores também não. Existem técnicas simples que ajudam qualquer pessoa a ter um melhor desempenho.

Dessa forma, promover palestras e cursos para os alunos e professores sobre técnicas de estudo pode garantir uma melhora substancial nos resultados dos alunos.

Oriente sobre horário de estudo

Uma boa tática para a melhora é a utilização do velho (e atual) horário de estudos. Quando é montado um bom cronograma e o aluno o segue, sempre se percebe uma melhora significativa na performance escolar dos alunos, devido ao senso de rotina que se estabelece nos estudos e até pela fixação dos conteúdos.

É primordial que você cobre que os coordenadores façam orientação individual com os alunos sobre os seus estudos e monte com eles um horário de estudo.

Oriente os pais

Atualmente, muitos pais precisam de orientação sobre como potencializar o resultado dos seus filhos. Não adianta apenas o aluno estar comprometido com os horários de estudo delimitados se a família não contribui incentivando e se atentando ao cumprimento dos horários.

A escola pode ajudar os pais nessa tarefa por meio de palestras e cursos voltados a eles, para além de incentivar o acompanhamento em casa.

Palestras para os pais podem garantir bons resultados na melhora do desempenho de alunos.

Ter bons professores na equipe

A presença de bons professores é vital e pode potencializar (e muito!) o processo de melhorar o desempenho dos alunos.

Para saber quais professores realmente podem ajudar, avalie-os em relação à experiência, relacionamento com os alunos, se são inovadores, se eles têm domínio de sala, se conhecem bem sobre tecnologia e se estão focados na aprendizagem dos alunos, garantindo, assim, melhores resultados.

Logo, conclui-se que se a equipe pedagógica, pais e alunos não tiverem unidos envolvidos na missão de melhorar o desempenho dos estudantes no ambiente escolar, não se pode esperar resultados muitos substanciais.

Por isso, é importante que todas as frentes estejam engajadas na busca de uma melhoria nesse sentido e que as velhas medidas sejam substituídas por estratégias que realmente deem resultado.

Você tem uma dica que você aplica e não mencionamos aqui? Colocou essas dicas em prática e teve bons resultados? Conte para nós e troquemos experiências sobre esse tema tão importante!